Please Like this, It helps a lot :) || Por favor Goste, isso ajuda muito :)

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Up - Altamente! (2009)

Up - Altamente! (2009)

› Up (USA)
› Up - Altas Aventuras (Brasil)

Realizador: Pete Docter, Bob Peterson
Género: Animação, Aventura, Comédia
Vozes na versão original: Christopher Plummer, John Ratzenberger, Edward Asner, Delroy Lindo
Vozes na versão portuguesa: Paulo B., Carlos Vieira de Almeida, Rui Paulo, Jasmim Castro, António Marques, Carlos Paulo
Ano: 2009
Sinopse: Carl Fredricksen, um vendedor de balões de 78 anos, vai, finalmente, realizar o sonho da sua vida, uma grande aventura, quando prende milhares de balões à sua casa e consegue voar à descoberta da América do Sul. Mas ele vai descobrir, tarde demais, que o seu maior pesadelo também embarcou nesta viagem... Um explorador da natureza, super optimista, de 8 anos, chamado Russel. [por CinemaPTGate]

Links:

Minha opinião:
Desde que vi o trailer do filme que me pareceu um filme muito engraçado, e a PIXAR não nos tem deixado desiludidos com os seus filmes. Não aprecio filmes dobrados em português, se forem de animação ainda aceito, mas este eu já estava tão habituado a ouvir as vozes em português que decidi ir ver a versão portuguesa e em 3D.
A história está engraçada, e a situação dos balões não acontece rapidamente e tem um sentido para até isso acontecer (até à primeira descolagem), o que ficou muito bem. O filme é mais virado para as crianças, mas eu gostei muito.
O 3D está muito bom, recentemente fui ver a “Idade do Gelo 3” também em 3D e gostei, mas o “Up” gostei mais e também gostei mais dos planos 3D do filme.
São 96 minutos que se passam muito bem, sem momentos que aborreçam o espectador. É um filme que aconselho a todas as idades, e é isso que tenho visto, desde os mais pequenos até aos mais idosos (que acompanham os netos) vão ver o filme.
Os óculos 3D disponibilizados pelo cinema não são daqueles com lentes de plástico, são uns em que as lentes são 2 lcd’s, o que traz o verdadeiro 3D aos olhos do espectador. Este tipo de óculos custa 70 euros (cada), é pena que alguns espectadores tratem aquilo como um brinquedo, estragando mesmo com danos irreversíveis.

Votação: 4-MUITO BOM
5-Incrível | 4-Muito bom | 3-Vale a pena | 2-Nada de especial | 1-Péssimo


Jorge Ferreira @jomirife
2009/08/31

terça-feira, 25 de agosto de 2009

ABC da Sedução (2009) The Ugly Truth

ABC da Sedução (2009)

› The Ugly Truth (USA)

Realizador: Robert Luketic
Género: Comédia, Romance
Elenco: Gerard Butler, Katherine Heigl, Cheryl Hines
Ano: 2009
Sinopse: Uma produtora de televisão (Katherine Heigl) vê-se forçada pelo seu chefe a contratar um homem “machista” (Gerard Butler) apresentador de um pequeno programa de televisão, a fim de aumentar as audiências da sua estação. Abby Richter (Katherine Heigl), é uma mulher romântica que procura o homem perfeito, e com a ajuda de Mike Chadway (Gerard Butler) irá tentar conquistar um novo vizinho que é doutor. Abby Richter acaba por descobrir que as dicas Mike Chadway sobre o sexo oposto resultam, e ele sabe do que está a falar, mas as coisas não vão correr como se era de esperar. [por Jorge Ferreira | jomirife]

Links:

Minha opinião:
Katherine Heigl é uma actriz que ando a seguir desde o "Roswell" (1999), e parece-me que com este papel irá subir mais um degrau em Hollywood. Gerard Butler é um actor que tenho vindo a apreciar, este não foi dos seus maiores papéis, mas saiu-se muito bem.
Não esperava que este filme fosse assim tão engraçado, parecia que seria um pouco mais virado para o sexo, não que isso fosse a melhor opção.
O filme está muito engraçado, mas com a sua conclusão previsível, o que é normal neste tipo de comédias românticas, não se poderia fugir a esse desfecho porque os espectadores mesmo habituados a isso, só ficariam satisfeitos com essa conclusão.
Para quem gosta deste tipo de filmes, aconselho a ir ver porque está muito engraçado. Por isso darei uma nota de 4 em 5, porque faz rir ao longo de todo o filme. Tem uma realização muito bem conseguida, evitando o “sexo” para cativar o espectador.

Votação: 4-MUITO BOM
5-Incrível | 4-Muito bom | 3-Vale a pena | 2-Nada de especial | 1-Péssimo




Jorge Ferreira @jomirife
2009/08/25

The Proposal (2009) A proposta

A proposta (2009)

› The Proposal (USA)

Realizador: Anne Fletcher
Género: Comédia, Romance
Elenco: Sandra Bullock, Ryan Reynolds, Mary Steenburgen
Ano: 2009
Sinopse: Quando a poderosa editora Margaret (Sandra Bullock) se vê na iminência de ser deportada para o Canadá, o seu país de origem, a hábil executiva decide... e declara que está noiva do seu insuspeito e explorado assistente Andrew (Ryan Reynolds), que ela já há anos vem atormentando. Ele, "forçado", concorda participar na farsa mas impõe algumas condições. O improvável casal dirige-se para o Alaska para conhecer a excêntrica família de Andrew e a dominadora rapariga da cidade, depara-se com sucessivas situações em que se sente como um "peixe fora de água". Com um casamento de fachada em curso e um funcionário do controlo de imigração no seu encalço, Margaret e Andrew prometem relutantemente cingir-se ao plano apesar das desastrosas consequências. [por CinemaPTGate]

Links:

Minha opinião:
Pelo trailer parecia-me um filme engraçado, e os filmes da Sandra Bullock não me costumam desiludir, fui então ver o filme ao cinema :)
O filme era aquilo que esperava, está muito engraçado, a conclusão está com era de esperar. Não tenho nenhum defeito a apontar, gostei de todo o progresso da história.
Aconselho a ir ver todos os que gostarem de uma comédia romântica, porque não se vão desiludir com este filme.

Votação: 3-VALE A PENA
5-Incrível | 4-Muito bom | 3-Vale a pena | 2-Nada de especial | 1-Péssimo




Jorge Ferreira @jomirife
2009/08/25

domingo, 9 de agosto de 2009

Série TV: "Merlin (2008)"

"Merlin (2008)"

Criador: Johnny Capps, Julian Jones, Jake Michie
Género: Drama, Familia, Fantasia
Elenco: John Hurt, Colin Morgan, Bradley James, Anthony Head, Richard Wilson, Katie McGrath, Angel Coulby
Ano: 2008
Sinopse: n/d

Links:
Apple Trailer - n/d
Posters - n/d

Minha opinião:
Vi o primeiro episódio e até achei interessante, visto que já não é muito comum fazem filmes ou séries de mágicos (ou personagens desse género). Fiquei então interessado em continuar a ver, mas ao ver o segundo episódio constatei que já não estavam a querer muito “contar uma história”, mas sim, “fazer episódios”, e comecei a ver que se a série fosse só para “encher” com episódios então não estava interessado, e desisti de ver após o segundo episódio.
Cerca de um ano depois a série voltou a passar noutro canal e como as criticas na Web até eram boas, continuei a seguir a série a partir do terceiro episódio, mas era o que eu pensava, não era lá muito boa mas também não é má.
Cada episódio é uma coisa completamente diferente que não tem quase nenhuma continuação com o episódio anterior, ou seja, é o que eu chamo de “fazer episódios para encher a série”. E não acho que isso seja bom numa série deste tipo, numa série tipo “CSI” até faz sentido e resulta, mas neste tipo de séries acho que se deviam preocupar em “contar uma história”.
O tipo e ambiente desta série é semelhante a “Robin Hood (2007)”, cujas minhas criticas são semelhantes a estas que apontei para esta série.

Votação: 2-NADA DE ESPECIAL
5-Incrível | 4-Muito bom | 3-Vale a pena | 2-Nada de especial | 1-Péssimo




Jorge Ferreira @jomirife
2009/08/09

domingo, 2 de agosto de 2009

A Idade do Gelo 3: Despertar dos Dinossauros (2009)

A Idade do Gelo 3: Despertar dos Dinossauros (2009)

› Ice Age: Dawn of the Dinosaurs
› Ice Age 3

Realizador: Carlos Saldanha
Género: Animação, Comédia
Elenco: Seann William Scott, John Leguizamo, Josh Peck, Queen Latifah, Denis Leary, Ray Romano, Simon Pegg
Ano: 2009
Sinopse: Scrat continua a tentar apanhar a sempre escorregadia avelã (enquanto, talvez, encontre o verdadeiro amor); Manny e Ellie esperam ansiosamente o nascimento do seu mini mamute; Diego, o tigre dentes de sabre, questiona-se se não estará a ficar demasiado "bonzinho" com os seus companheiros e Sid, a preguiça, mete-se em sarilhos quando resolve constituir uma família, "desviando" para isso alguns ovos de dinossauro. Numa missão para resgatar o desafortunado Sid, o grupo aventura-se num misterioso e estranho mundo, onde tem encontros com dinossauros, debate-se com a flora e a fauna, corre freneticamente - e encontra uma implacável doninha zarolha, caçadora de dinossauros, chamada Buck. [por Cinema PTGate]

Links:

Minha opinião:
Não estava com grandes expectativas para este filme, já não gostei muito do segundo, e este terceiro não estava mesmo para ir ver ao cinema. Mas como era em 3D (e não paguei bilhete para ver) então fui ver. E o filme está muito engraçado, não só para crianças como para jovens, é um filme muito simpático e engraçado que vale a pena ir ver (e rever).
O 3D está muito bom, por vezes parece mesmo que as personagens saiem “para cá” do ecrã, muito fixem mesmo.
Quando à história está muito boa, não tenho erros a apontar e aconselho toda a gente a levar os seus filhos porque é um filme a não perder no grande ecrã se és amante de filmes de animação.
Infelizmente foi a versão portuguesa que vi, em filmes de animação não me importo muito em ver dobrado em Português, mas prefiro sempre ver a versão original (quando em inglês).

Votação: 4-MUITO BOM
5-Incrível | 4-Muito bom | 3-Vale a pena | 2-Nada de especial | 1-Péssimo


Jorge Ferreira @jomirife
2009/07/02

sábado, 1 de agosto de 2009

Hannah Montana - O Filme (2009)

Hannah Montana - O Filme (2009)

› Hannah Montana: The Movie (USA)

Realizador: Peter Chelsom
Género: Comédia
Elenco: Miley Cyrus, Billy Ray Cyrus, Emily Osment
Ano: 2009
Sinopse: Miley Stewart (Miley Cyrus) luta para conciliar a escola, os amigos e o seu lado secreto de estrela pop; mas quando a crescente popularidade da Hannah Montana ameaça tomar conta da sua vida, a adolescente deixa-se levar... Até que o seu pai (Billy Ray Cyrus) a leva de volta a casa, em Crowley Corners no Tennessee, para uma dose de realidade, dando início a uma inesperada aventura cheia de diversão, riso e romance que nem a Hannah Montana poderia imaginar. [por Cinema PTGate]

Links:

Minha opinião:
Já tinha visto os primeiros 4 episódios da série “Hannah Montana”, e parece mesmo ao estilo da Disney, a série parece-me boa para pessoas até aos 16 anos.
Só vi no cinema porque não pago bilhete para ver filmes. O filme é sem dúvida um grande sucesso para os fãs da “Hannah Montana”, mas como “não fã” que sou, achei o filme engraçado, não é mau, é um filme familiar e bem feito, mas ao nível da Disney.
Tirando as partes em que ela tem que fazer uma série de coisas para esconder a identidade, é um filme bom e engraçado. Os momentos musicais, não estão em exagero e enquadram-se na história, era um dos aspectos que receava para o filme, o facto de ser sobre uma cantora, achei que pudessem estragar o filme com isso, mas ficou bom.
Continuo a não ser um fã da “Hannah Montana”, mas acho que bom filme para a camada mais jovem. Pessoalmente estou curioso para ver um futuro filme de Miley Cyrus, que não tenha a ver com a “Hannah Montana” nem o seu aspecto musical, sou seja, um filme completamente diferente que não siga a linha de “Hannah Montana”, para vermos que ela é realmente uma boa actriz, ou se só nasceu para fazer esse papel.
A versão que vi foi falado em português, é uma coisa que não gosto, ver filmes de imagem real traduzidos para português, e achei que não estava lá muito bem dobrado, muitas falhas na sincronização com a voz ou no tom que deveriam não há versão original nos cinemas, porque este é um filme mesmo virado para a camada mais jovem (crianças).

Votação: 3-VALE A PENA
5-Incrível | 4-Muito bom | 3-Vale a pena | 2-Nada de especial | 1-Péssimo




Jorge Ferreira @jomirife
2009/07/02

Crank: High Voltage (2009)

Crank: High Voltage (2009)

› Crank: High Voltage (USA)
› Crank 2
› Adrenalina 2 (Brasil)

Realizador: Mark Neveldine, Brian Taylor
Género: Acção
Elenco: Jason Statham, Amy Smart, Dwight Yoakam, Ling Bai, David Carradine
Ano: 2009
Sinopse: n/d

Links:
Sítio Oficial - http://crank2.com/

Minha opinião:
Vistos os 5 primeiros minutos do filme, conclui-se logo, este filme vai ser péssimo, uma autêntica perda de tempo. O filme é absolutamente absurdo!
A história é estúpida, a realização é péssima, os planos absurdos… eu desisti de ver o filme. 16 minutos depois, xau mesmo! A parar o vídeo e seguir com a minha vida.
Há quem diga que é um bom filme porque é acção o filme inteiro, mas não, é uma completa absurdidade o filme inteiro.

Votação: 1-PÉSSIMO
5-Incrível | 4-Muito bom | 3-Vale a pena | 2-Nada de especial | 1-Péssimo




Jorge Ferreira @jomirife
2009/08/01

Dragonball Evolution (2009)

Dragonball: Evolução (2009)

› Dragonball Evolution

Realizador: James Wong
Género: Acção, Fantástico, Ficção Científica
Elenco: Justin Chatwin, Yun-Fat Chow, Emmy Rossum, James Marsters
Ano: 2009
Sinopse: Após o homicídio do seu avô, Sangoku – um jovem de 18 anos dotado de super-poderes – parte em busca do mestre de artes marciais Kame, de modo a adquirir os conhecimentos necessários para enfrentar Lord Piccolo, um guerreiro determinado em apoderar-se das sete bolas de cristal. Sangoku conta ainda com a ajuda dos seus amigos Chi-Chi, Yamcha e Bulma. [fonte: sapocinema]

Links:

Minha opinião:
Uma das maiores críticas foi o cabelo do Goku, não achei que tivesse sido um aspecto bem conseguido (nada a ver comparando com a série).
Estava á espera de ver mais sobre a tecnologia das cápsulas da Bulma. Quando o veículo se “monta” ao ser a cápsula activada era uma coisa complicada para igualar à série, visto que na série existe um “pufff” e aparece o equipamento da cápsula, por isso achei bem como foi feito no filme, nesse caso, a mota a montar-se. Mas, após a mota se montar (CG) toda tecnologicamente avançada, a mota que eles depois conduzem vê-se que é uma mota normal, o que estraga toda a cena.
A opção se não inserir a “Nuvem Mágica” (Nimbus) talvez tenha sido uma boa opção, mas em relação ao “Bastão Mágico” (Nyoibou) estava á espera de ver algo sobre ele, a esticar especialmente, mas nada disso aconteceu. Parece que se esqueceram de muitas coisas de referência que fazem o “DragonBall”.
Não gostei do actor que fez de “Yamcha”, acho que não tinha mesmo nada a ver com a personagem da série de animação. Não tinha qualquer parecência com a personagem “Yamcha”, talvez tenha sido a pior opção de actor no filme.
A “Bulma” até esteve bem, acho que foi uma boa opção não pintar todo o cabelo de azul, mas sim ter uma madeixa azul, acho que todos os espectadores percebem logo de quem é a personagem.
Eu estava à espera de ver o “Tartaruga Genial” (Master Roshi) numa ilha deserta, o que não acontecei… não aconteceu mesmo, acho que nem se viu água uma única vez no filme.
O “oozaru” (o macaco transformado) estava fraco, estava mal, primeiro devia ser um macaco gigante e não do tamanho de uma pessoa, o que nos leva logo a pensar, “foi mesmo só para meter o macaco no filme”.
Em resumo, segundo um fã e seguidor do DragonBall que segui toda a série (DB, DBZ e DBGT), acho o filme fraco, não está como os fãs estavam á espera. O filme precisava de ser mais tempo, muito mais tempo, são apenas uns 75 minutos sem contar com os créditos, o que torna muito difícil contar a história de uma série que durou longos anos. Como seria de esperar, o filme não ficou à altura da série. Teria que ser realizado pelo criador da série, o grande Akira Toriyama.
O filme até pode ser engraçado para um espectador “normal” que não conhece a série “DragonBall”, mas para o espectador fã da série falhou e quase todos os aspectos, este é sem dúvida um filme a não ver novamente.

Votação: Como fã, dou nota 2/5 (Nada de especial)
Como espectador que não conhece a série, dou nota 3/5 (Vale a pena)
5-Incrível | 4-Muito bom | 3-Vale a pena | 2-Nada de especial | 1-Péssimo




Jorge Ferreira @jomirife
2009/08/01